quarta-feira , outubro 18 2017
Home / Importação / Saiba qual o processo de certificação de brinquedos importados 

Saiba qual o processo de certificação de brinquedos importados 

Investir na importação de produtos dedicados à infância e adolescência pode ser a alternativa ideal para começar um negócio próprio ou alcançar uma renda extra ao final do mês. Pensando nisso, resumimos os principais dados do processo de certificação de brinquedos importados.  

Atualmente, já é possível importar com qualquer aparelho com acesso à internet, inclusive pelos celulares. Os sites e aplicativos de compras na China ou nos EUA oferecem mercadorias importadas a preços muito econômicos, pagamento online seguro e opção de entrega a domicilio.

Para diversificar os investimentos e melhorar as finanças, convidamos a conhecer os principais aspectos do processo de certificação de brinquedos importados.

Saiba mais sobre o processo de certificação de brinquedos importados

Ser um importador registrado permite investir mais seriamente na introdução de produtos de qualidade e exclusivos no mercado brasileiro. Isso pode gerar grandes lucros, porém, traz a necessidade de pagamento de impostos específicos e de declarações de renda diferenciadas.

Recomenda-se buscar orientação sobre os processos e impostos de importação e exportação nos órgãos reguladores oficiais do Brasil antes de se inscrever como importador.

Porém, hoje em dia é totalmente possível importar sem ser um importador registrado e sem possuir um negócio formal. Basta comprar os produtos em menor quantidade e maior variedade (com se fossem para consumo próprio) e revendê-los em algum site de vendas online (muitos são gratuitos, inclusive).

Especialistas recomendam dar um pouco de credibilidade à revenda ao criar um e-commerce ou um blog para promover o produto e se posicionar comercialmente nos buscadores online.

Independente da forma de revenda, é indispensável saber em que investir para lucrar com a importação de brinquedos. Para isso, é preciso conhecer o que as pessoas querem ou precisam comprar para saber o que oferecer e a quem oferecer.

Uma boa dica é pesquisar e conhecer melhor os segmentos da área de brinquedos e jogos para crianças e adolescentes antes de comprar indiscriminadamente. Isso permitirá oferecer serviços e produtos mais exclusivos para o público-alvo.

Outra dica é ficar atento para as notícias e atualizar-se com as redes sociais. Estas ferramentas permitirão um estudo de mercado prático, dinâmico e em tempo real.

A regra básica para lucrar com importação é conseguir produtos altamente valorizados ou buscados no mercado brasileiro a valores muito mais baixos. Isso permite ter uma porcentagem de lucro líquido muito interessante.

No caso dos brinquedos, além de saber o que comprar, é preciso conhecer o processo de certificação de brinquedos importados antes de comercializá-los. A seguir resumimos os principais passos:

– A principio, é preciso informar-se sobre os dados reais do produto importado com o fornecedor, principalmente sobre os testes de segurança, antes de comprar;

– O INMETRO é o responsável pela homologação dos brinquedos importados no Brasil. Recomenda-se conhecer as normas do INMETRO que regulam e caracterizam a Certificação Obrigatória;

– Os Organismos de Certificação de Produtos (OCP) conveniados ao INMETRO são os responsáveis por efetuar as provas físicas, químicas, mecânicas e toxicológicas de acordo com a norma NM 300/2002, que regula a segurança de brinquedos importados

Os principais OCPs presentes no Brasil são: o INNAC (Instituto Nacional de Avaliação da Conformidade em Produtos), IFBQ (Instituto Falcão Bauer da Qualidade), IQB (Instituto Brasileiro de Qualificação e Certificação) e ICEPEX (Instituto de Certificação para Excelência na Conformidade).

É importante ter uma noção mínima sobre os testes e a atuação destes Organismos.

– Se aprovados pelos testes, os OCPs emitem um laudo aprovando a concessão do Selo (ou Certificado) de Identificação de Conformidade e a licença para o uso da Marca de Conformidade do INMETRO. Estas “etiquetas” legalizam o produto a nível molecular e transmitem confiança ao consumidor;

– Os brinquedos importados não recebem licença automática, pelo que pode ser necessário solicitá-la. Como o DECEX, órgão que concede o deferimento da licença, não possui atenção direta ao publico, é preciso fornecer os documentos originais nas Gerências de Comércio Exterior do Banco do Brasil;

Recomenda-se consultar diretamente com a Gerência de Comércio Exterior do Banco do Brasil responsável pela área de sua residência para saber os documentos a apresentar para pedir o Licenciamento.

Após a realização destes passos, o processo de certificação de brinquedos importados deve considerar-se praticamente concluído, salvo que alguma irregularidade seja encontrada nos trâmites.

 

 

 

 

Sobre Forum Importar

Veja também

Importação de café

O Brasil é um dos grandes produtores de café do mundo, mas com o mercado …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Watch Dragon ball super